Latest Posts

Sorry, no posts matched your criteria.

Stay in Touch With Us

Odio dignissim qui blandit praesent luptatum zzril delenit augue duis dolore.

Email
magazine@example.com

Phone
+32 458 623 874

Addresse
302 2nd St
Brooklyn, NY 11215, USA
40.674386 – 73.984783

Follow us on social

YogandoBR

  /  Uncategorized   /  Precisamos falar sobre dopamina.

Precisamos falar sobre dopamina.

As pessoas chamam de “a química do prazer e do desejo”. Mas por que isso? Bem, de acordo com o ponto de vista evolutivo, o seu cérebro te recompensa por qualquer coisa que aumente suas possibilidades de sobreviver liberando um neurotransmissor chamado dopamina. É por isso que nos sentimos tão bem ao fazer sexo e comer carne, por exemplo. Porque nosso cérebro pensa que o sexo equivale à reprodução da espécie e um bom pedaço de carne equivale a uma saciedade duradoura da fome.

Vejamos o exemplo que acontece hoje em nossa vida pós moderna. Após o acontecimento do dia 4 de Outubro 2021, as redes sociais paralisaram e muitas pessoas se sentiram agoniadas. Por quê? Quando nosso cérebro libera muita dopamina, tende a estimular esse desejo mais uma vez e mais uma vez até desenvolver uma necessidade real que não podemos viver mais sem aquilo. E aí os vícios se alojam em nosso cérebro. A dopamina não sabe o que é bom ou ruim pra nós. Por essa razão acontecem também os vícios em drogas, álcool e…sim, as redes sociais.

O pior, e mais triste disso tudo, é que as empresas dentro de uma sociedade pós moderna exploram profundamente essas nossas “necessidades” e/ou “vícios” para elaborar produtos e plataformas de internet que liberem a maior quantidade de dopamina possível para que voltemos a consumi-las cada vez mais (Facebook, Instagram, Tiktok, etc). É por isso que as plataformas de redes sociais passaram a ser mostradas em ordem cronológica em seu feed e baseadas em algoritmos. Esse sistema nos alimenta constantemente com doses altas de dopamina. É por isso que quando você começa a rolar seu feed você não consegue mais parar. Como essa ação não nos exige esforço algum, seu cérebro só vai consumindo e ganhando doses altas de dopamina. Ou seja, você está sendo recompensado apenas por rolar seu feed o tempo todo. É comprovado que dopamina influencia diretamente nas decisões que tomamos e ações que realizamos.

É por isso que bilhões de pessoas centram sua vida, inconscientemente, no consumo e não em criar uma vida que realmente queira viver.

Ta, mas o que isso tem a ver com Yoga e, principalmente, com a filosofia Tantrika?

O Tantra tem a proposta de termos prazer em todas as nossas experiências reais de nossa vida. Em todos os detalhes. É a libertação (ou liberação) em vida. Quando não ficamos escravos de nossa mente nós conseguimos criar e viver a vida que desejamos sem precisar, automaticamente, ser recompensado o tempo todo como atualmente acontece. É você realmente chegar mais próximo possível da realidade de forma verdadeira (Śuddha Vikalpa). Esse é o tal do “contentamento” que não tem a ver com você ser feliz o tempo todo, mas você viver todas as experiências reais de forma verdadeira. Tanto as mais dolorosas quanto as mais alegres.

É por isso que não faz sentido algum dizerem por aí que Tantra tem a ver com sexo e com prolongamento do orgasmo. Porque isso somente faz você ser cada vez mais escravo da sua mente. Obvio que o sexo faz parte da vida, mas viver por isso e para isso é um caminho oposto ao autoconhecimento e a filosofia Tantrika.

Eu sou a Larissa Farias, idealizadora do YogandoBR. Criei este espaço para compartilhar o Yoga para mais e mais pessoas. Espero que vocês se sintam inspirados. @yogandobr

contato@yogandobr.com

You don't have permission to register