Latest Posts

Sorry, no posts matched your criteria.

Stay in Touch With Us

Odio dignissim qui blandit praesent luptatum zzril delenit augue duis dolore.

Email
magazine@example.com

Phone
+32 458 623 874

Addresse
302 2nd St
Brooklyn, NY 11215, USA
40.674386 – 73.984783

Follow us on social

YogandoBR

  /  Vídeo-Aulas   /  Benefícios do Yoga   /  As 8 Partes do Yoga

As 8 Partes do Yoga

O SISTEMA DE PATANJALI
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Lembrem que falamos em um post aqui como levar a yoga para fora do tapetinho? Essa é uma das formas de nos orientarmos para levar a yoga para nossa vida cotidiana. Também chamado de “O Yoga de 8 partes” e conhecido em Sânscrito como “Ashtanga”. Esse sistema organizado por Patanjali (o Pai da Yoga), designa as 8 divisões para que possamos trazer maior consciência e purificação dentro de nossas vidas, partindo dos princípios “Yogis”. ⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Os 8 angas (partes) são eles:
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
1 – Yamas – São proscrições de conduta e estão dividas em 5 partes: Não violência (Ahimsa); Viver com a verdade (Satya); Não roubar (Asteya); Não disvirtuar a sexualidade (Brahmacharya); Não se apegar (Aparigraha).

2 – Niyamas – São prescrições psicofísicas e também são 5: Purificação (Shauchan); Viver em contentamento (Santosha); Disciplina ou esforço de si mesmo (Tapas); O estudo de si próprio e da prática (swádhyáya); Consagração do divino (Íshwara pranidhána)

3 – Asanas – Ásanas são posturas da Yoga que agem diretamente no sistema nervoso e endócrino. Entre tantas, oitenta e quatro são as principais. A finalidade principal de um ásana é sempre de natureza mental. Vencendo a inquietude e a fragilidade da mente, facilitando a concentração e criando condições para administra-lá. Os Ásanas melhoram os que o praticam, vencendo doenças e enfermidades. O homem normal, em suas ocupações diárias, não sai de um ciclo reduzido e pouco variado de movimentos e posturas corporais, mexendo assim sempre o mesmo conjunto de músculos, órgãos e articulações.

4 – Pranayamas – O prefixo “prana” significa energia vital e o sufixo “Yama” significa controle. Por tanto, Pranayamas são exercícios de controle da energia vital. No Yoga, entendemos que a energia vital se dá pela respiração. Quanto mais sabemos respirar melhor, melhor será nossa qualidade de vida. Normalmente, esses exercícios estão atrelados à uma prática de yoga completa. Pode ser feita antes, durante ou depois da prática.

5 – Pratyahara – Significa abstração dos sentidos. Liberar a atividade sensorial do domínio das imagens exteriores. Mas como assim? Bom, é a capacidade de nos desvincular-mos dos “ruídos” externos. Vou dar um exemplo: Sabe quando estamos lendo um livro muito interessante ou assistindo aquele programa de TV, que faz com que a gente se desligue de todo o resto e deixamos de ouvir buzinas, campainhas, pessoas falando ao redor, etc…? Pois então, Esse é o estado que queremos alcançar no Yoga. Que nenhum ruído de fora possa interromper a nossa concentração durante nossa prática. Mas isso serve também para o dia-a-dia. Darmos ouvidos a nossa intuição, sem se desesperar com o que vem de fora. É a nossa reconexão com nós mesmos.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
A ideia aqui não é se desligar do mundo como se fingisse que nada está acontecendo. Mas se concentrar no momento presente. Mas como alcançar este estado de forma consciente? Esse processo – que muito de nós Yogis adotamos como prática – na verdade é muito simples. Basta observar as crianças. Quantas vezes falamos com as crianças, que ao estar entretida nas suas brincadeiras, não ouvem nada? Sabe por quê? Porque elas escolheram estar ali!

E como vamos praticar? Com Ásanas! O praticante incorpora isso no seu cotidiano e acede a esse estado de expansão de cada vez que prática os movimentos, concentra-se na sua respiração e no movimento. No momento presente. Até trazer isso para sua vida fora do seu tapetinho de Yoga (esse é o maior desafio).

6 – Dharana – Esse é o sexto estágio das 8 partes do Yoga (Sutras de Patanjali).⠀Dharana se consiste em exercitar a concentração. Esse é um estágio antes de se atingir o estado meditativo. E como podemos exercitar isso?
🔸️Concentre em um único ponto. Pode ser de olhos fechados (imaginando um ponto de luz no ponto entre suas sobrancelhas) ou olhos abertos (olhando para um objeto).
🔸️Deixe seus pensamentos virem até você. Apenas o observe.
🔸️ Cada vez que você sentir que está se envolvendo com os pensamentos, retome sua concentração nesse ponto fixo.

7 – Dhyana – Meditação de si próprio para cessar as flutuações da mente.

8 – Samadhi – Pode ser traduzido como “meditação completa”. É a através da expansão da consciência que o indivíduo entende o propósito de sua existência em comunhão com o Universo. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Mas como se atinge essa etapa e como prática-la? No Yoga, nós trabalhamos isso através da meditação. Essa meditação pode ser ativa – durante a prática de Yoga.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Eu sou a Larissa Farias, idealizadora do YogandoBR. Criei este espaço para compartilhar o Yoga para mais e mais pessoas. Espero que vocês se sintam inspirados. @yogandobr

contato@yogandobr.com

You don't have permission to register