Latest Posts

Sorry, no posts matched your criteria.

Stay in Touch With Us

Odio dignissim qui blandit praesent luptatum zzril delenit augue duis dolore.

Email
magazine@example.com

Phone
+32 458 623 874

Addresse
302 2nd St
Brooklyn, NY 11215, USA
40.674386 – 73.984783

Follow us on social

YogandoBR

  /  Serviços   /  As Partes do Yoga Tantrika | Os 10 Yamas

As Partes do Yoga Tantrika | Os 10 Yamas

Bem vindos à nossa série sobre a partes do Yoga Tantrika.

Essas práticas têm o objetivo de desenvolver o caráter e compaixão para que a prática espiritual gere frutos, este desenvolvimento e transposição para a visão Tantrika está no texto Śāradā-tilaka-tantra, umaa das principais matérias da nossa Formação para professores:

Pancadasanga (pancadasa =15 / Anga = partes) Tantrika:

1 – Yamas –  a Palavra yama significa “reinar sobre”, controlar, limitar a ação.

Os Yamas são:

1) ahiṁsā – Não Violência: não ferir os outros ou a si mesmo com palavras, pensamentos e ações;

2) satya – verdade: Evitar mentiras, trair a si mesmo ou outras pessoas e não cumprir promessas;

3) asteya – não roubar: Não tomar para si algo que não lhe pertence, não subtrair tempo, valores ou outras coisas de qualquer pessoa em benefício próprio.

4) brahmacharya – Conduta divina: Aqui vemos uma grande diferença entre o ponto de vista do Tantra e o ponto de vista acético vedantino:

Vedantino – Celibato e controle do impulso sexual (Tabu)

Tantrika – Controle e separação do orgasmo físico da Ejaculação, não reprimir os impulsos sexuais e ao mesmo tempo não ser escravo deles, assim obtemos o controle da energia criativa.

5) kṛpā / dayā – Compaixão, piedade, acolhimento, colocar-se no lugar do outro para entender seu sofrimento. Conquistar os sentimentos cruéis e insensíveis para com todos os seres;

6) ārjava – Honestidade, sinceridade: Agir sem malícia, se algo te beneficia, mas prejudica o outro, você deve renunciar a isto;

7) kṣamā – Paciência: Não ser intolerante com os outros e com as circunstâncias, entender que há um movimento constante para que as coisas acontecem, neste sentido, desistir de querer controlar as situações, pois é um controle ilusório;

8) dhṛiti – Consistência e Resolução: supercar os medos, inconstância e indecisões, ter seu propósito claro e se manter firme e consistente nele;

9) mitāhāra – moderação do appetite: Não comer demasiadamente, fazer da alimentação uma meditação, não consumir carnes e ovos, exceto sob a prescrição do guru para o ritual Pancamakara, se você estiver em Pasu bhava (falaraemos dos Bhavas em outra oportunidade).

10) śaucha – Limpeza / Pureza: Evitar as impurezas na mente, corpo e discurso. Aqui śaucha é basicamente a culminação de todos os yamas acima.

Assim como os yamas e Niyamas de Patanjali, estes também devem se relacionar entre si, portanto é necessário entender e encorparar todos estes princípios

Eu sou a Larissa Farias, idealizadora do YogandoBR. Criei este espaço para compartilhar o Yoga para mais e mais pessoas. Espero que vocês se sintam inspirados. @yogandobr

contato@yogandobr.com

You don't have permission to register